As Sete Regras de Ouro do Coach

As 7 Regras de Ouro do Coach:

1. Aplicar o coaching com ética, integridade e honestidade.

2. Zelar pela credibilidade do coaching.

3. Sempre oferecer sigilo ao cliente e ater-se ao princípio do não julgamento.

4. Investir no autodesenvolvimento para buscar a excelência.

5. Manter uma conduta ética tanto na vida pessoal quanto profissional.

6. Formar uma parceria de resultados com o cliente.

7. Contribuir para a melhoria de indivíduos, times e empresas.

PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS:

1. O coach baseará o seu trabalho no respeito e na promoção da liberdade, da dignidade, da igualdade e da integridade do ser humano, apoiado nos valores que embasam a Declaração Universal dos Direitos Humanos.

2. O coach trabalhará visando promover a qualidade de vida das pessoas e das coletividades, bem como promover melhorias e resultados em empresas, negócios e organizações.

3. O coach atuará com responsabilidade por meio do contínuo aprimoramento profissional, contribuindo para o desenvolvimento do coaching como campo de conhecimento e de prática.

4. O coach entenderá que sua formação e certificação em coaching o capacitam a atuar apenas no atendimento aos clientes de coaching, e não na formação de novos coachees. A atuação competente e eficaz na formação de novos coachees requer outro nível de capacitação, que deve ser obtida por meio de uma instituição idônea.

5. O coach assumirá como seu dever perante o cliente e a sociedade divulgar e cumprir as condutas éticas propostas por este código.

Transcrevo parte de Nosso Juramento abaixo:

1. Zelarei pela credibilidade do coaching:

a) Por meio da qualidade de meus serviços.

b) Por meio de minha conduta ética.

c) Recomendando, quando solicitado, apenas profissionais capacitados e confiáveis, certificados por uma instituição idônea.

2. Investirei continuamente em meu aprendizado e desenvolvimento pessoal a fim de oferecer um excelente serviço de coaching.

3. Ficarei atento a questões pessoais que possam afetar negativamente minha atuação como coach e, sempre que necessário, buscarei ajuda profissional para resolvê-las.

4. Jamais utilizarei meus conhecimentos de coach para prejudicar outro ser humano, seja cliente ou não.

5. Reconhecerei o empenho e a dedicação de todos os que desenvolvem materiais, produtos, conteúdos e soluções que contribuam com meu aprendizado. Agirei eticamente, respeitando seus direitos autorais.

1. Não utilizarei informações falsas ou enganosas a respeito do coaching ou de mim mesmo, visando com isso conquistar novos clientes.

2. Não prometerei o que não posso cumprir.

3. Não me posicionarei como o único responsável pelos resultados. Deixarei claro que a participação e o comprometimento do cliente são fundamentais para o êxito do processo de coaching.

4. Responderei com toda a honestidade às dúvidas e hesitações do futuro cliente quanto ao funcionamento e aos benefícios do coaching.

5. Explicarei ao cliente as premissas básicas do coaching, firmando, por meio de contrato, as condições de nossa parceria.

6. Reconhecerei o contrato como um dos fundamentos da parceria entre o coach e o coachee e me comprometerei a respeitá-lo.

7. Não atuarei com indivíduos que estejam se submetendo ao coaching contra a vontade, por imposição de terceiros.

8. Não atuarei com indivíduos que não preencham as condições necessárias para receber o coaching.

——————————————————————————————————————————————————————————–

No Processo de Coaching para Concursos que apresento para vocês aqui no site, sigo o juramento que fiz na minha formação na SBC.

Um forte abraço,

Coach Déborah Paiva